terça-feira, 5 de agosto de 2008

FTP 2008 !

Pessoal, estou blogando e twittando (na medida do possível) direto do I FTP - Festival de Tecnologia de Petrópolis. Apesar da oniausência (existe isso?) de blogueiros e twitteiros, as palestras estão de alto nível. Vocês podem acompanhar ao evento do meu Twitter, e vou colocar novidades aqui no blog. Estou colocando também os primeiros comentários na empresa nacional, através de alguns links abaixo.

Inaugurado ontem, o FTP teve uma intensa participação de entidades de governo e também de empresários do país. Ao contrário dos eventos de tecnologia normais, este não é um evento de venda, mas um evento para se discutir e analisar o panorama de tecnologia, no Brasil e no mundo.

Ontem a noite, o secretário-executivo do MCT (Ministério de Ciência e Tecnologia), Luiz Antonio Rodrigues Elias deixou um recado para as pessoas e empresas de TI brasileiras: há dinheiro para investimento em inovação, mas é preciso ter projetos com maturidade e consistência.

imageNo dia de hoje, a primeira palestra foi do Ben Kaufman (foto ao lado), que é o fundador da Kluster, a empresa que produz entre outros site Name This. Kaufman foi o fundador da Mophie, empresa de acessórios para iPod/iPhones. Ele contou sobre o seu processo empreendedor e criativo, e como está criando inovação na internet através de suas tecnologias.

Logo em seguida, tivemos a apresentação do Eduardo Kac, um artista plástico alucinante. Ele mostrou diversos trabalhos, bastante polêmicos. Desde coelhinhos que brilham no escuro até implantes eletrônicos nele mesmo. No mínimo, é uma oportunidade de questionar temas como ética, religião, tecnologia, fé. Ou, no mínimo, fazer você pensar o que aquele cara anda fumando... ;-)

Logo após uma apresentação dos principais CIOS do mercado de Petróleo e Gás do país, debatendo sobre desafios e prioridades estratégicas destas empresas: Shell, BR Distribuidora, Chevron (Texaco), e Petrobrás. Logo após o almoço, uma apresentação do presidente da GE Celma, Marcelo Soares, apresentando a maior exportadora de serviços do país. A empresa, sediada em Petrópolis, revisa turbinas das maiores empresas de aviação do mundo.

Finalmente, enquanto escrevo este post, uma excelente palestra do Clemente Nobrega sobre inovação e sobre dinheiro novo, Ainda há mais por vir. Quem puder, apareça!!! Mais detalhes em www.ftp2008.com.br.

imageUPDATE DO DIA:

Em seguida, houve ainda mais uma palestra seguida de um debate entre três empreendedores que já tinham conseguido fundos para seus negócios, sendo um interessante contraponto com a palestra de Ben Kaufmann: André Fonseca do grupo Virtus, Bruno Lessa, da Fábrica Digital e Sérgio Cabral, da Idea Valley.

Os três ressaltaram o desafio de empreender no Brasil, onde a cultura não estimula o empreendedorismo. Cada um com diversos caminhos conseguiu fazer a empresa crescer, através de investimentos privados e de governo.

No final da noite fui com o André e o Bruno e uma galera da Virtus numa performance alucinante de Luis DuVa, que ocorreu na Sala Manoel Bandeira, como parte do Festival de Tecnologia de Petrópolis. 

Em síntese, o cara usa o equipamento ao lado para fazer uma composição ao vivo de som, imagem e textos, gerando um resultado que não deixa ninguém apático.

Como minhas impressões sobre a performance foram intensas como a mesma, publiquei lá no meu outro blog, o Coisa Fácil. Clica aqui pra ler lá.

Um comentário:

Adriano Gonçalves disse...

O evento está realmente sendo bem interessante, apresentando conteúdos que nos dão uma oportunidade de refletir sobre os caminhos e oportunidades no quadro tecnológico nacional e mundial, promovendo ainda motivação e entusiasmo em torno dessas possibilidades... ;-)