terça-feira, 23 de outubro de 2007

Mudando paradigmas profissionais

Cada dia mais percebemos que os modelos de ensino formal precisam ser adaptados e repensados para fazer frente as mudanças estão ocorrendo no mundo. A mudança sempre foi uma característica dos tempos, mas nunca a mudança se deu de maneira tão rápida como nos últimos 10 anos.

Daqui a 10 anos o mercado vai demandar profissionais para carreiras que ainda não existem hoje. Ou seja, nossas escolas e universidades não estão formando pessoas para estas profissões. Já existe algum curso de programação para iPhone, o para o novo iQualquerCoisa que a Apple ainda vai inventar?

Além disso, outro aspecto que tende a cair em desuso é o próprio vestibular. Será que em 10 anos será este o modelo de avaliação das instituições de ensino? Provavelmente não. A formação então, não deverá preocupar-se tanto com uma abordagem "conteúdista", mas principalmente com a formação humana e pessoal, buscando criar e desenvolver as habilidades e valores que farão os profissionais desta nova geração terem sucesso.

Todo este discurso aí de cima para ilustrar o trabalho que faz um colega meu, o Adalberto da Pieve. Ele trabalha para uma empresa que, entre outras coisas, ajuda as empresas a vender anúncios. O trabalho dele? Entre outras coisas, escrever campanhas para o Google Ads!

Google Ads são aqueles pequenos anúncios de texto que aparecem ao lado de algumas buscas que você faz no Google. São anúncios contextualizados com o que você está procurando: se você coloca na busca a palavra livros, por exemplo, os anúncios óbvios são o de livrarias.

Pode parecer simples, mas escrever um anúncio do Google precisa de uma estratégia! Precisa de Marketing! Precisa se diferenciar dos outros! Se a mensagem comunica corretamente o que se vende, de uma forma atrativa e leva o cliente para a página certa, tem muito mais resultados que um anúncio não planejado.

Por exemplo, para anunciar flores, qual dos dois abaixo parece mais interessante?


Então, usando as palavras certas, um pouco de marketing e planejamento, os resultados podem ser muito melhores.

Agora, de que tipo de profissional estamos falando? Estamos falando de um profissional de tecnologia, antenado com as tendências da Web 2.0? Um publicitário experimentando novas mídias? Um gerente de marketing que sabe como aumentar o seu negócio através de campanhas? A própósito, o Adalberto é formado em música!

Um comentário:

Adal disse...

Silvio,

olha só que coisa, agora virei post de Blog, "quem diria que um dia a gente ia chegar aqui..."

Estive no FIND (Forum Internacional de Design e Tecnlogoa Digital) hj, e já me perguntaram novamente: "Pq vc resolveu seguir esta carreira?"

A resposta é sempre a mesma, copiando o grande poeta gaúcho Humberto Gessinger, "Eu não segui a carreira, é ela que está me seguindo".

E agora, pra complicar, tem mais gente me obrigando a ter um blog, onde isso vai parar??

Abs,
Adal